JornalJava

Sobre Java, o Universo e Tudo Mais

Java x C# – Chega!!!

Posted by LucioCamilo 37 Comments

Estou cansado de ver comparações entre linguagens na internet, e dificilmente saio em defesa de uma ou outra linguagem, pelo contrário, condeno quem faça comparações pois geralmente a pessoa não sabe ambas linguagens com propriedade para opinar sobre o que é melhor e pior.

Guardem este post para a posteridade pois estou saindo em defesa do java e poderão jogar na minha cara quando eu disser que não discuto sobre uma ou outra linguagem.

Nada contra a pessoa que fez uma apresentação sobre porquê o java é uma droga e o C# é o salvador da pátria, exceto o fato de achar que essa pessoa mereça ser açoitada em público, fora isso, nada contra. Como não posso descontar no autor, nosso estagiário sofrerá as consequências, será obrigado a ver os desenhos do Fulvio .

Então vamos lá, o motivo de toda minha raiva foi ver uma apresentação de um idiota colega, ter mais de 30.000 visualizações e conseguir convencer muitos de que havia propriedade no que ele estava dizendo.

A apresentação está aqui, logo em seguida meus comentários…

Em primeiro lugar, não sou nenhum profundo conhecedor de C#, então irei começar com dois argumentos que invalidem este tipo de comparação:

    1. Vamos começar pelo óbvio. C# foi construído após o Java, o que significa que tem a obrigação de trazer facilidades e resolver deficiências do java, veja que é uma obrigação isto, e não uma condição.
    2. Se o Java é tão inferior quanto o C#, qual o motivo do C# ter copiado uma série de configurações arquiteturais do Java, ou o C/C++ também rodava sob uma JVM e eu não sabia?

      E para provar que o C# tem um baita telhado de vidro, vamos ver algumas especificidades do C#:

    • C# não possui Checked Exceptions, ou seja, você não precisa tratar nenhuma exceção, é como se todas as exceções fossem RunTimeExceptions no Java.
    • Preciso comentar alguma coisa sobre ponteiros ou todo mundo aqui já é grandinho o suficiente para conhecer?rs
    • Por último, todas estas super features que o C# já possui nativo, servem apenas para aumentar a complexidade do código e diminuir a flexibilidade.

    Aonde quero chegar? Não se critica uma linguagem quando se tem telhado de vidro, e este é um conceito que vocês devem levar para a vida gafanhotos! Vamos imaginar uma realidade alternativa aonde o C# fosse melhor que o Java (eu sei que é difícil, mas tentem imaginar). Isto não quer dizer que o C# seja perfeito, significaria apenas que ele me atende melhor em algumas situações do que a outra linguagem, ou seja, grandes merda coisa.

    Fonte:
    http://www.slideshare.net/jeffz/why-java-sucks-and-c-rocks-final

Posts Relacionados:

Tag:

37 Responses so far.

  1. Joao says:

    Saudações.

    Se a intenção do seu artigo era desmantelar a apresentação em defesa do C# lamento informá-lo mas acho que você falhou nessa missão. Sou desenvolvedor java a alguns anos mas acredito que o C# é provavelmente superior em alguns aspectos do Java , não tanto na linguagem (conforme indicado na apresenação)mas em outros aspectos importantes do desenvolvimento como o ambiente de desenvolvimento. Dica para um próximo post. Deixe passar alguns dias para que você consiga amenizar o seu ódio contra o material ou o palestrante que tem um ponto de vista diferente do seu. Isso vai permitir que você escreva um post mais sóbrio e menos tendencioso a tentar infantilmente destruir tudo o que o palestrante original escreveu.

    • admin says:

      Joao, ninguem está com ódio. Muitas pessoas (como o Sheldon do Big Bang) não vão entender, pq foi um post sarcástico. Com certeza C# deve ter algo de bom (será? hehehe) mas nós não conhecemos a linguagem (e a tecnologia) a fundo pra fazer um balanço imparcial entre as duas.

      Outra coisa, apesar de ser um blog de Java, os multimilionários fundadores do blog também programam em php, c++, ruby, javascript, etc… E tambem temos amigos que programam (e sao fã) do C#.

      O principal objetivo do post foi criticar os trolls e haters sobre falar sobre coisas que não conhecem ou nao dominam. Por isso, o post focou em dinamitar as críticas infundadas colocadas na apresentaçao, pq muitas vezes leitores descuidados tomam certas opinioes e afirmacoes como verdade.

      Se a linguagem é boa pra vc, isso é o que importa. =)

      [sarcasm] Mas que C# é uma boa b0$t4, isso é [/sarcasm]
      hahahah

      • Joao says:

        Tudo bem ? Mas o [Hate mode] ta mais intenso que o [Sarcasm mode] :-) Boa sorte com o seu blog!

    • Cfucker says:

      ahh, calaboca Joao, poupe a gente desses comentario estupidos. Vai ver se C# tem o apoio da industria como o java tem, ou é tao aberto qto o java… quem manda nessa bagaça do C# e dotNet é a M$ somente. Qdo vcs tiverem uma JCP ou C#CP dai vc volta aqui pra gente conversar.

      • Joao says:

        Link de estudo para você
        http://www.mono-project.com/

        Tomara que a JCP Permaneça JCP … por que pelo visto ela esta caminhando pra se tornar OPP Oracle Defined Process.

        • Carlos Eduardo says:

          Vai aprender a escrever primeiro seu idiota, OPP Oracle Defined Process. O Cara não sabe nem escrever e quer vir falar de linguagem de programação, aprende primeiro a linguagem gramatical.

          Mono?? Hahahaha muito boa a piada, acredito que o projeto já tenha 2 seguidores, você e o criador!!

  2. Tiago says:

    Joao, com certeza você não conhece C#, e provavelmente também não conhece Java, já que para falar de ambiente de desenvolvimento vc deveria saber que o visual studio é uma bosta, e o Java tem vários, voce pode escolher. Nos poupe de ler seus comentários idiotas!

    • Joao says:

      Conheço bem o java , Ja usei bastante o eclipse e o NetBeans. Usei a alguns meses o Visual Studio e achei muito bom.

      Mas é uma questão de opinião.

      • Tiago says:

        Uau, realmente usar o Visual Studio alguns meses te torna um expert em ambiente!!! Nossa, Bill Gates deve ter inveja de você!

  3. José Manuel says:

    O C# é uma bosta, o Java é uma bosta e vocês são todos um bando de raspa cú.

  4. Michel Lourenço says:

    Alguém ai sabe programar em C# usando linux ?

  5. Robson Ximenes says:

    O tema é bom, mas a abordagem foi superficial.
    Infelizmente não tenho conhecimento aprofundado em C# para acrescentar… mas gostaria de ver “vamos ver algumas especificidades do C#” que ficou faltando…

  6. Até hoje existe essa guerrinha?! Programador tem que ser programador em qualquer linguagem. Já programei em C# e hoje programo em Java, não porque é melhor ou pior, mas por opção, por mais e melhores oportunidades, mas hoje isso está acabando, você tem que ser programador independente se a linguagem é Java, C#, Ruby, Python ou o que for. É como se os pilotos de fórmula 1 dissessem: “Ah eu só corro em carro da chevrolet, não não corro em outro modelo, porque os outros são ruins e são feios e só querem saber do dinheiro das pessoas…”

  7. eleandro says:

    concordo com o post.
    C# é bom mas não a panacéia. Java idem.
    Atualmente parece que temos uma guerra contra o java. Os caras do Scala achando que voltar a programar functional/estruturado é a solução. Esqueceram do porque se criou o C++ para substituir o C e porque lisp não vingou; Os caras do C# que ficam encantados com algumas features da linguagem.

    Para mim, linguagem boa é linguagem free, open source, orientada a objeto, de digitação leve (alguém lembra porque ADA não vingou ????, a linguagem perfeitinha dos militares).
    No momento a única linguagem que atente é o java.
    Não dá para ficar preso a MS.

    Se o java se tornar privado como é o C# vou migrar para outra quem sabe python, Ruby, precisamos de uma linguagem limpa dos erros dos ultimos 10 anos que seja de propósito geral.
    Enquando ela não chega vamos levando o java.

    • romulo says:

      falou e disse! e tem mais, quero uma linguagem que garanta empregabilidade (e suporte pela indústria) durante um bom tempo.

      E o C# n foi criado pq a M$ é boazinha, e sim pq viu q nao podia competir com o java usando a tranqueira q era o VisualBasic, q deixava vc preso a versões da ferramenta (nem na linguagem era). Uma das poucas coisas boas q o C# trouxe foi um chacoalho no java, e mostrar pra sun q tem gente querendo um naco do mercado.

      • LucioCamilo says:

        Concordo com você Romulo, nesta briga de linguagens quem sai ganhando somos nós desenvolvedores, pois nossa linguagem é obrigada a se manter em constante evolução, não para competir com as demais, mas para atender ao desenvolvedor!

    • LucioCamilo says:

      Ótimo, muito legal que me fiz entender no artigo. Parabéns pelo argumentos!

  8. Marcio says:

    Tive 2 colegas que programavam em C#. Sempre falavam no tal do LINQ, criar um select dentro de um vetor, é o que diziam.
    Mas na verdade o grande “barato do C#” não parecia ser o C# propriamente dito, mas sim o Visual Studio que deixava tudo mais fácil pra eles.

  9. Fi says:

    O tal do sarcasmo do artigo não ajudou em nada, só o fez parecer mais um xingamento mal-argumentado de C#.

    Conheço muito pouco de C# e gosto mto de Java. Mas passei pelos slides do cara e vi mta coisa interessante, apesar de discordar da conclusão dele.

    • admin says:

      Pô, mas o sarcasmo foi principalmente em relação as críticas mal fundamentadas da apresentação, entendeu? Senão tiver um pouco de humor (principalmente qdo vc ouve algumas bobagens como da apresentação) o leitor pode acabar ficando com raiva ou chateado com a passividade do artigo.

  10. Thomáz Turbano says:

    Nenhum dos dois funciona bem na web, sou mais PHP

    • Michel Lourenço says:

      Apesar do nome, o pederasta da mensagem acima tem um ponto de vista interessante, o PHP realmente foi feito pensando exclusivamente em desenvolvimento de páginas web dinâmicas, entretanto se aplica praticamente só nisso, e é claro esta caracteristica praticamente o obriga a se sair bem nessa área, entretanto o Java por outro lado roda em uma infinidade de ambientes.

      Quem sabe o JornalJava.com não faz um comparativo dia desses.

  11. Pablo says:

    Fala ae galera , poxa gostei do post , so n gostei do posicionamento dos idolatras do C# , enfim o java é realmente flexivel , pode ser um pouco mais “complexo” ou seja la como pensarem …. mais eu estou iniciando em java e vi que realmente ele atende as necessidades de um desenvolvedor deixando a ele um leque de opçoes , e se nao tem do jeito que voce quer ? entao desenvolva … show de bola parabens pelo jornaljava esta cada vez melhor ….

    • LucioCamilo says:

      Pablo, estou satisfeito pois a maioria entendeu o propósito do post, porém como já era de se imaginar (e não foi por falta de aviso) muitas pessoas interpretaram como ofensas pessoais. Muito obrigado pelo elogio, é uma satisfação ver que estamos agradando (não todos, mas a maioria)! Abraços e fiquem a vontade para se expressarem!

  12. @cechinel says:

    Acho que o palestrante foi muito infeliz nas palavras que utilizou, ao invés de promover o C# ele foi só criticas ao java. Se o C# é tão bom assim será que não tem capacidade de brilhar sozinho? Precisa mesmo apagar o Java para aparecer? Não consegui ver a apresentacao até o fim, sabemos da capacidade de cada uma das linguagens mas os termos utilizados me deram náuseas…. Write once, run anywhere!

    • LucioCamilo says:

      Exatamente cechinel, o que quis mostrar que não dá para mostrarmos que uma linguagem é melhor que a outra denegrindo a concorrente. Todos temos telhado de vidro, e não existe uma linguagem que seja perfeita (por incrível que pareça nem o Java…rs) e não aceito que alguém queira convencer os demais disto!
      Obrigado pelo comentário!

  13. Paulo SO says:

    Poxa vida, expor opiniões é saudavel, porém deixar de ser a partir do momento onde um ofende outro. Acredito que todos (ou a grande maioria) tem um proposito em comum: desenvolver, criar, gerenciar, estudar…etc.
    Não sou defensor de nenhuma linguagem, apenas acredito que cada um tem o direito de fazer a sua escolha e respeitar a do outro, afinal discussões como essa não agrega nada de bom, só gera inimizades e tals.
    Vamos compartilhar conhecimento, vamos nos socializar pra o bem comum, indepentende de crença, cor, religião, linguagem de programação, banco de dados, formação, idade…etc.
    É isso, abs!!!

  14. Jesus says:

    Bom dia, primeiro quero dizer que sou profissional, e muitas vezes me deparei com este tipo de batalha, como citou o autor do post idiota, o que mais importa não é a tecnologia que você trabalha, o importante é o que você faz da sua carreira, e ficar brigando por isso ou aquilo não nos leva a lugar nenhum, após quase 10 anos desenvolvendo em Java, hoje estou desenvolvendo em .Net com C#, mas vou falar uma coisa toda minha experiência com Java trouxe-me mais compreensão em Orientação a Objetos, MVC, sem contar que grandes projetos como Hibernate, Spring e outros já estão disponibilizando suas tecnologias em .Net, isso significa que temos ainda mais mercado para trabalhar, isso pra quem tem Java na veia! Att. Jesus!

    • admin says:

      Dúvida? o post é idiota ou o autor do post é idiota? Pô filho do homem, não precisa esculachar esse pobre pecador.

    • Jesus says:

      Opa, faltou uma virgula em …autor do post, idiota, idiota é a batalha. aeuheahueauheuhaeu, devido a minha entrada no desenvolvimento em C# eu resolvi estudar mais sobre este assunto e comecei a escrever as diferenças entre as tecnologias, mas com o intuito de mostrar as semelhanças que encontrei e as diferenças na qual vi no dia-a-dia, e não para arrecadar soco, pulo e gritos. tenho família para criar e contas para pagar, portanto o mais importante é sua formação, a tecnologia, com o tempo e experiência você se molda, lembrando-se dos princípios de evolução das espécies, “sobrevivência”, já estudados por grandes biólogos e que até hoje tem-se interpretações bizarras por quem tenta discutir, mas a essência é entender como se deu a evolução e não quem foi que despertou, ou criou a evolução, o mais importante que ela existe e mais próximo que imaginamos! E a qual é a discussão do post, sua carreira!

  15. Copérnico Vespúcio says:

    Pessoal, nem cheguei a ler todos os comentários para chegar ás duas únicas conclusões possíveis:

    a) Admin, seu blog está carente de um mecanismo de moderação. Liberdade é uma coisa, mas disco rígido de servidor não é lata de lixo.

    b) Meus jovens (acho que posso chamar a maioria de vcs. assim, pq vou fazer 14 anos de Java já): seus comentários grosseiros e pouco embasados estão envergonhando a comunidade java brasileira. Se vcs. gostam da tecnologia, como parecem estar declarando, zelem por ela e pela reputação de seus desenvolvedores.

    • LucioCamilo says:

      Concordo com você Copérnico, acho que (infelizmente) vamos ter que passar a moderar os comentários a fim de evitar estas discussões que não acrescentam nada para os leitores.
      Obrigado pela sugestão.

  16. Carlos Adriano says:

    Olá, sou desenvolvedor java a 2 anos, estou nesse exato momento em um curso de .Net com C# e a tarde faço outro de python.

    Eu concordo com a infelicidade do autor da apresentação anti-java. Digo mais a vocês colegas programadores, fujam de qualquer post que compare linguagens. É mt infundada comparações desse tipo. Estou vendo aqui no curso que C# é uma copia comercial do java, mas que tem recursos adicionais mt bons. O que acho que é uma linguagem NÃO tem como ser a melhor para todas as soluções, acredito que isso dependa do projeto, do tipo de solução a ser construída. Embora as duas sejam na mesma linha, existem muitas varáveis envolvidas na decisão da escolha de uma linguagem. VAmos estar no nível acima disso, depois que se arquiteta uma aplicação ai sim a linguagem é importante. Estou sim gostando do C#, assim como estou me encantando com o python, mas amo Java até fazerem algo melhor. Ah lembrando, C# com .Net é mt mt produtivo (mesmo!) mas tb mt menos robusto que java, principal pra coisa mt grande (Enterprise).

    Abraços

    • admin says:

      Muito boa opinião Carlos! Eu tbem sou defensor q a linguagem é só um dos fatores que devem influenciar na escolha. Temos linguagem, tecnologia(vm), ide, suporte pela industria, tutoriais, libs, adoção… td isso é q vai te dar o mais almejado dos objetivos: produtividade.

      C# queira ou não é um mundo bem mais proprietário que o java. E na boa, eu prefiro ser livre. =)

      Valeu!


  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Popular Posts

Quer Ganhar um Livro

Para aqueles que estão acompanhando o lançamento do SO Android ...

Java x C# - Chega!!!

Estou cansado de ver comparações entre linguagens na internet, e ...

Promoção: Ganhe um

Apesar do Natal já ter passado, o JornalJava continua trazendo ...

A História da Revol

Muito se fala sobre a revolução digital e a criação ...

Quer ganhar convites

Para quem ainda não conseguiu o convite para o Google ...

Switch to our mobile site